Rotina

Adoção consciente: o que saber antes de ter um pet

Outro dia fui até um pet shop decidida a pegar um bichinho para meus filhos. Ia fazer bem para eles eu repetia na minha mente. Na verdade o bichinho ia ser meu e eles iam poder ver de longe de vez em quando, afinal, o bichinho é de quem cuida, limpa a gaiola, alimenta… Chegando lá, me encantei com tudo, todos eram muito fofinhos e bem cuidados, se pudesse teria levado meia dúzia de cada para casa. Uma hora depois, escolhi um porquinho da índia, porque parecia ser mais resistente, afinal tenho 3 filhos pequenos. A moça que pacientemente me atendeu na primeira hora, começou a encher a bancada com um monte de produtos que eu nem sabia para que servia e quando a moça disse R$600,00 eu disse, nossa moça, que caro! E fui para casa envergonhada.

Você percebe que eu fiz tudo errado? Comprar ou adotar um bichinho por impulso é muito errado, ir a um pet shop sem informações sobre a procedência do animal, também. A decisão de adotar um pet deve ser de toda a família e a responsabilidade de cuidar, também. Bichinhos de estimação não são brinquedos, considere adiar a adoção, caso você tenha filhos muito pequenos. Saiba tudo o que precisa saber sobre o pet antes de ir a uma loja ou abrigo. Pesquise sobre vacinas, rotina, cuidados, quanto custa por ano e só depois, se você ainda quiser o bichinho, é que você deve começar a procura.

O que saber antes de adotar um pet

Cachorro

pet cachorro2

Alimentação

  • Ração: No mercado existem muitas marcas de ração classificadas como econômica, standart (mais vendidas), premium e super premium. Dê preferencia para rações premium e super premium, estas rações são formuladas usando-se carne de ovino, frango, bovino e etc, tendo um excelente valor protéico para estes animais. A linha Super Premium também possui rações terapêuticas, formuladas para cães que possuem doenças crônicas, como renal, endócrinas e até mesmo para cães idosos. Faça o melhor que puder;
  • A maioria dos especialistas recomenda alimentar seu cachorro duas vezes por dia – uma vez pela manhã e uma vez à noite – embora o ideal é que um filhote de 2 meses se alimente 4 vezes por dia, a partir dos 4 meses passa pra 3 vezes por dia e depois dos 8 meses ele pode comer 2 vezes por dia ou de acordo com a recomendação do veterinário. A quantidade diária recomendada depende do porte, da idade e da qualidade da ração;
  • Petiscos: Cachorros adoram petiscos, dê eventualmente como recompensa;
  • Ossos recreativos: Recomendo que você arrume alguns desses caso não queira que ele pegue seus sapatos. Roer ajuda a limpar os dentes e distrai os cães;
  • Petiscos naturais: Cenoura crua inteira (dê pra ele roer como se fosse um osso), maçã em fatias (sem as sementes), carne crua e miúdos, brócolis (em pequenas quantidades), tudo entre as refeições.

Cuidados com a saúde

  • Banhos periódicos, pelo menos 2 vezes ao mês;
  • Limpeza das orelhas com produto específico;
  • Oferecer água fresca em abundância, principalmente depois de caminhadas;
  • Ofereça distrações;
  • Tenha um lugar tranquilo para descanso;
  • Vermifugue e fique atento a pulgas e carrapatos, use os produtos recomendados pelo veterinário;
  • Fique atento a ferimentos nas patas, perda de pelo, dermatites e demais problemas que possam aparecer, consulte um veterinário sempre que possível;
  • Tose a cada 45 dias;
  • Escove os pelos;
  • Escove os dentes diariamente em casa e pelo menos uma vez ao mês no pet shop;
  • Corte as unhas, pelo menos duas vezes ao mês, mas se ele passear bastante na rua, o desgaste das unhas poderá ser suficiente. Se seu cão toma banho no pet shop, provavelmente já virá com as unhas aparadas;
  • Use uma placa de identificação;
  • Castre seu cãozinho.

Vacinas

calendario-de-vacinacao-caes

Fonte: Vacinas e Calendário de Vacinação para Cachorros

 

  • É comum algumas alterações no comportamento de cães vacinados:
    – Febre;
    – Edema na região onde foi aplicada a vacina (inchaço);
    – Prostração (o cão fica “pra baixo” e desanimado).Esses efeitos devem passar em 24 horas, avise sempre seu veterinário sobre qualquer mudança no comportamento do seu cachorro.

Rotina

  • Brinque muito com seu cão;
  • Passeie bastante, principalmente se morar em apartamento;
  • O mantenha num logar limpo e descontaminado;
  • Alimente-o sempre no mesmo horário e ofereça água em abundância;
  • Ensine truques;
  • Não o deixe estressado e entediado.

Treinamento

  • Caso tenha um filhote ou um animal novo em casa, é importante que respeite a fase de adaptação do pet. Para tal, procure saber de seus hábitos anteriores, como a ração ingerida, e mantenha da mesma forma, por alguns dias, até que o cão se adapte ao novo lar. Neste período é inevitável que algumas coisas lhe fujam ao controle, como o animal acertar o local onde fazer as necessidades. Tenha paciência, aos poucos, ele vai aprender, de acordo com seu comando, onde e quando deve ir. Brinque com o cão para acalmá-lo e sempre tenha água limpa e sempre. Alimente-o bem, regularmente e dê a ele um lugar confortável para dormir.
  • Passada a fase de adaptação, ensine seu pet a se comportar com visitas, passear na rua, truques e comandos, eles adoram aprender!

Gato

pet gato2

Alimentação

  • Gatos com 1 a 6 meses de vida devem comer 4 vezes por dia; gatos com idades entre os 6 e os 9 meses devem comer 3 vezes por dia; a partir de 1 ano de vida, os gatos podem comer apenas 1 ou 2 vezes por dia. Durante o dia, você deve deixar comida seca disponível para que o seu gato vá comendo quando ele quiser. Deixe sempre alguma comida disponível seca, mas nunca em grande quantidade;
  •  A comida do gato deve ser sempre dada de acordo com a sua idade. Nas embalagens de ração tem essa informação. O gato tem necessidades diferentes à medida que a idade passa e existe a tendência de desenvolver problemas que podem ser evitados com uma alimentação adequada. Antes de comprar a ração ou alimentação em sachês, leia atentamente o rótulo;
  • Se possível, ofereça sempre alimentos premium, que contem mais nutrientes evitando doenças e desnutrição;
  • Um gato não deve comer o mesmo que um humano, porque a quantidade de sal e de tempero que são colocados nela pode fazer mal aos bichinhos;
  • Nunca dê ossos, laticínios, peixes crus, doces, carne de porco e presunto.

Cuidados com a saúde

  • O gato deve ir ao veterinário regularmente, o profissional irá examiná-lo e garantir que ele esteja bem. O bichinho precisará de vermifugo, vacinas, produtos para cuidado das orelhas e uma escova para pentear os pelos. Aproveite para perguntar sobre o corte correto das unhas e frequência dos banhos;
  • Um gato deprimido ou assustado tem mais chances de contrair doenças, leve isso em consideração. Caso tenha outros animais em casa, será necessária uma adaptação para que você não tenha problemas de relacionamento, agressões, etc;
  • Outro fator que se deve levar em conta é a castração, um gato castrado é mais feliz e calmo, além de evitar ninhadas acidentais;
  • Caso o bichinho pare de comer, tenha diarreia recorrente ou tenha mais algum sintoma fora do comum, leve-o ao veterinário o quanto antes;
  • Penteie os pelos do gato diariamente para retirar a maioria dos pelos soltos que podem, e vão causar vômitos.

Vacinas

  • Quando ele tiver 8 semanas de vida, estando de perfeita saúde, o seu gatinho deverá receber a primeira vacina, que consiste numa dosagem de diversos componentes que agem contra múltiplas doenças, conhecida como vacina múltipla quádrupla, que age essencialmente contra quatro doenças: inotraqueíte, calicivirose, clamidiose e panleucopenia. Esta vacina precisa de reforço, que deverá ser feito um mês depois, aos 3 meses;
  • É importante que, especialmente em gatos com acesso à rua ou a outros animais, ele receba a vacina contra a FeLV, a leucemia felina, que também precisa de reforço e deve ser tomada anualmente;
  • A vacina antirrábica é dada aos 4 meses;
  • Existe mais uma vacina importante, é a FIV, vírus da imunodeficiência felina, também conhecida como a AIDS dos gatos;
  • O veterinário poderá explicar melhor as vacinas e a frequência delas, vacinar é um ato de amor e é muito melhor prevenir do que remediar.

Rotina

  • Uma das coisas que você deve saber antes de adotar um gato é que um felino precisa de 4 espaços essenciais dentro da sua casa. Estes espaços são:
  1. Área da caixa de areia: Que deve ser limpa diariamente e limpa totalmente uma vez na semana. Lembre-se que os gatos são animais extremamente asseados e a zona onde está a caixa de areia é sagrada. Nunca deve estar próxima da comida e deve ficar num lugar ventilado se possível.
  2. Zona de brincadeira: Se não quer que os seus móveis ou a sua roupa sofram ataques contínuos, antes de adotar um gato, prepare um local para brincadeiras e não esqueça de incluir sempre um arranhador.
  3. Zona de alimentação: Deve estar longe da caixa de areia e estar sempre no mesmo local. Troque a água com frequência e lave o bebedouro e comedouro todos os dias.
  4. Zona de descanso: No geral, a zona de descanso costuma ser um canto no qual o gatinho se sente bem. Ele o utilizará tanto para dormir, como para fazer sua higiene pessoal. Este lugar pode ser o próprio arranhador ou um canto da casa onde tenha uma almofada e alguns brinquedos.
  • Para ajudar no entretenimento use o tablet, você sabia que existem aplicativos para gatos? Só não esqueça de aparar as unhas deles antes.

Treinamento

Você vai precisar ensinar seu gatinho a usar a caixa de areia. No começo pode ser um pouco frustrante, mas um dia ele pega o jeito. Seja paciente.

 

Porquinho da Índia

pet porquinho-da-india

Alimentação

  • Verduras ricas em vitamina C todos os dias (alface Romana, almeirão, catalônia, chicória, agrião, couve, espinafre, escarola);
  • Legumes crus (abóbora, berinjela, jiló, pepino, pimentão, tomate, chuchu);
  • Frutas 2 vezes na semana (amora, banana, maçã e pera sem semente, mamão, manga, melancia e melão sem semente mas com casca, morango, pêssego);
  • Feno à vontade obrigatoriamente (o feno contribui para a saúde do sistema digestivo e dos dentes, além de manter o porquinho distraído, aliviando o estresse;
  • Ração de boa qualidade (Funny Bunny ou Nutrópica);
  • Proibidos (batata, blocos minerais, carne, favas, frutas cristalizadas, leite e derivados, mandioca, petiscos de pet shop, polivitamínicos, grãos).

Cuidados com a saúde

  • Mantenha o viveiro limpo, um ambiente limpo evita que o porquinho fique doente;
  • Porquinhos da índia não foram feitos para brincar em rodas de exercícios, esse brinquedo machuca as costas, tornozelos e pés dos bichinhos;
  • Varie a alimentação do porquinho e prefira alimentos ricos em vitamina C e pobres em cálcio;
  • Porquinhos não precisam de banho;
  • Não ofereça alimentos gelados ou água gelada, tudo deve estar em temperatura ambiente;
  • Limpe as orelhas do porquinho toda semana com uma gotinha de óleo mineral e um pano macio. Procure por ferimentos, descamações e secreção. Qualquer sinal de anormalidade, procure um veterinário;
  • Escove o pelo de seu porquinho da índia diariamente, use uma escova macia de bebê, obrigatóriamente se ele tiver pelo longo;
  • Apare as unhas a cada 4-6 semanas. Quando levá-lo ao veterinário, peça que ele o ensine como fazê-lo corretamente;
  • Atenção aos pés dos porquinhos, qualquer sinal de anormalidade, procure um veterinário.

Viveiro

Existem para vender no Mercado livre, cercadinhos aramados para porquinhos da índia. Eles são feitos de material resistente e possuem o tamanho ideal para que o porquinho viva confortavelmente. As medidas mínimas recomentadas são:

  • 1 porquinho 90x80cm;
  • 2 porquinhos 120×80;
  • 3 porquinhos 160×80;
  • 4 porquinhos 180×80.

 

Fuja das gaiolas de hamister, coelheiras e gambiarras. Um bom alojamento evita que seu porquinho da índia fuja, fique doente ou obeso. Use alcovas feitas de soft como cama e para que fiquem aquecidos no inverno. Assista vídeos no Youtube sobre o assunto antes de comprar tudo errado, coisas de hamister são para hamister, porquinhos da índia precisam de coisas para porquinhos da índia.

Rotina

  • Limpe o alojamento diariamente;
  • Troque a forração de soft e limpe totalmente o viveiro toda semana;
  • Reponha o feno diariamente;
  • Use um bebedouro específico para porquinhos da índia, nunca de vidro, prefira os com ponteira de inox e nunca use potinho com água;
  • Aprenda tudo o que puder sobre o seu bichinho para evitar doenças e erros comuns.

Grupo do facebook recomendado para quem quer ter um porquinho da índia.

Hamster

pet hamsters-sirios

Alimentação

  • Existem no mercado inúmeras rações equilibradas, eu gostava da Nutrópica, mas você pode até comprar ração a granel. A qualidade do alimento oferecido está relacionado à saúde do animalzinho;
  • Pode-se oferecer pequenas quantidades de frutas ou vegetais (maçã, pera, banana, uvas, cenoura, amendoins, passas, nozes sem a casca). Mas não demais para que ele não fique obeso;
  • Evite alguns alimentos: alface, tomate, pêssego, ramas de verduras, alimentos congelados ou em conserva;
  • Forneça ao hamster alimentos duros (biscoitos ou blocos de minerais) de forma a permitir um desgaste saudável dos seus dentes, que durante toda a sua vida nunca param de crescer.

Cuidados com a saúde

  • Infelizmente hamsters possuem baixa expectativa de vida (dois a três anos), por isso, adquira um animal jovem (o ideal é perto das 5 semanas de vida) e sempre que possível com as seguintes características, que são indicadoras de um animal saudável:
  1. Focinho seco;
  2. Olhos vivos e brilhantes;
  3. Orelhas em pé;
  4. Pelo sem falhas, brilhante e macio;
  5. Corpo cilíndrico;
  6. Muito apetite.
  • Caso ele pare de comer ou apresente algum sintoma, procure um veterinário;
  • Evite superpopulações, tenha apenas um bichinho, quanto mais bichinhos tiver, mais trabalho e gastos terá. É melhor dar tudo o que pode para um único animal por vez.

Gaiola

  • O hamster é um animal muito sensível às variações de temperatura, o ideal será colocar a sua gaiola num lugar da casa onde a temperatura oscile entre os 20ºC e os 24º C, longe de correntes de ar;
  • A exposição solar direta ou a uma luz muito intensa deve ser evitada;
  • De preferência a sua gaiola deve ser colocada num local calmo, eles são animais noturnos, então preferem dormir a maior parte do dia;
  • Limpe a gaiola com frequência, descartando toda a serragem do fundo e lavando com água e detergente neutro toda a gaiola. Seque tudo muito bem para evitar ferrugem;
  • A gaiola não deve ser muito alta, pois os hamsters, apesar de serem grandes atletas, são muito sensíveis a quedas de alturas mais elevadas;
  • Escolha uma gaiola resistente, de material atóxico e que seja fácil de limpar. A gaiola também deve ser espaçosa, para que ele possa brincar e se exercitar, a gaiola perfeita deve ter espaço para dormir, se exercitar, comer e beber;
  • Use um bebedouro do tipo pipeta e um pote para ração pesado, eles devem ser limpos diariamente;
  • Invista numa alcova de soft para protegê-lo do frio.

Rotina

  • Todos os roedores podem transmitir Salmonella, assim como aves, macacos, jabotis e outros animais domésticos e exóticos. Lave as mãos com água e sabão após o manejo dos animais, não levar a mão à boca quando estiver com os hamsters, não beijá-los, evitar comer e beber quando estiver manejando os animaizinhos e mantenha a gaiola sempre limpa;
  • Nunca deixe a gaiola aberta, nem por um instante, eles são muito ágeis e fogem facilmente;
  • Troque a água pelo menos duas vezes ao dia.

Canarinho

pet canário belga esse

Alimentação

  • Compre um bom alpiste;
  • Ofereça almeirão diariamente;
  • Cozinhe um ovo, parta ao meio e coloque na gaiola, eles adoram comer gemas, faça isso uma vez ao dia;
  • Outro alimento que eles adoram é o jiló, corte ao meio e coloque na gaiola.
  • Todos os alimentos (ovo, jiló e almeirão) devem ser retirados da gaiola após aproximadamente duas horas para evitar formigas e outros problemas. Não os coloque todos ao mesmo tempo.

Cuidados com a saúde

  • Coloque vitamina na água no período de troca de penas;
  • Não deixe o passarinho tomar vento;
  • Deixe-o tomar o sol da manhã, mas cuidado para não deixá-lo tempo de mais. Durante o banho de sol, garanta que a gaiola tenha uma parte sombreada para que ele descanse;
  • Durante o verão, coloque um pote na gaiola com água para ele se refrescar;
  • Fique atento aos pés, bicos, olhos e chiados, qualquer anormalidade, leve-o ao veterinário;
  • Troque a água regularmente;
  • Cubra a gaiola durante a noite no inverno.

Gaiola

  • Compre uma gaiola espaçosa, com pelo menos 3 poleiros para que ele se exercite;
  • Coloque areia para gaiolas no fundo (vendida em casas de rações) para facilitar a limpeza e evitar que o canário pise nas fezes;
  • Limpe totalmente a gaiola toda semana, não esqueça de lavar os potes e bebedouros;
  • Faça a manutenção da gaiola diariamente, colocando comida e água.

 

Só compre animais nascidos em cativeiro, com anilha de identificação e de criadores legalizados. Nunca pegue passarinhos na natureza ou compre de vendedores ilegais.

 

Peixe Betta

 

pet beta

Alimentação

  • Qualquer ração da marca Tetra são as ideais, pesquise a respeito, existem várias comidas bacanas para oferecer aos bettas que farão muito bem;
  • Alimente-os uma vez ao dia com vermes de besouro de amendoim, eles vão adorar! Calma, existem as versões secas desses vermes, facilmente encontradas na internet ou em boas lojas do ramo.

Aquário

  • Fuja de beteiras, o peixe precisa de espaço para nadar. Compre um aquário de 5 litros no mínimo, sendo o de 8 litros melhor;
  • Faça a limpeza do aquário do seu peixinho a cada 10 ou 15 dias no máximo. É importante trocar só metade da água para evitar choques de temperatura e mudanças de PH;
  1. O primeiro passo para iniciar a limpeza começa uns 3 dias antes, reserve alguns litros de água da torneira em garrafas pet e deixe-as descansar.
  2. No dia da limpeza, separe metade da água do aquário e armazene-a em um recipiente.
  3. Remova seu betta utilizando uma rede específica para peixes vendida em pet shop, coloque-o naquela água que você reservou;
  4. Retire todos os enfeites, plantas e jogue a água fora tomando cuidado com os pedriscos do fundo. Jogue água da torneira e revolva os pedriscos para soltar sujeiras que possam estar no fundo do aquário, repita a operação quantas vezes for preciso;
  5. Limpe o aquário, lavando os vidros com a parte macia de uma esponja e todos os enfeites;
  6. Coloque os pedriscos no lugar, acrescente a água reservada previamente até a metade do aquário, recoloque os enfeites, complete com a água antiga do aquário, pingue algumas gotas de um produto condicionante para água e deixe agir como recomendado,  por fim, coloque seu peixe com a ajuda de uma rede.
  • Mantenha-o longe de fontes de ar quente ou frio, como a luz solar direta, ar-condicionado, ventiladores etc;
  • A temperatura ideal de um aquário é de 25˚C, mas o peixe ficará bem em uma faixa de temperatura entre 24˚C e 30˚C, use um termômetro de aquário para acompanhar;
  • Coloque objetos no fundo do aquário, o betta é muito curioso e vai se divertir explorando as novidades. Ele também gosta de ter locais para se esconder e relaxar, por isso é legal você colocar objetos que formam um túnel. As plantas artificiais decoram e também agradam bastante o peixinho, use somente pedriscos de fundo de rio.

Cuidados com a saúde

  • Alimente-o com uma boa ração mas não demais;
  • Cuide bem da água para evitar doenças, caso seu peixe perca a coloração, pare de comer, perca parte da cauda ou nadadeiras, procure um veterinário;
  • Não bata no vídro para não estressar o peixinho;
  • O mantenha em local seguro com o aquário sempre tampado para evitar que ele pule do aquário.

 

Procure fazer parte de grupos no facebook, eles ajudam muito a tirar dúvidas e evitar erros comuns de principiante. Assista vídeos no Youtube e veja como outros donos de pets fazem para cuidar de seus bichinhos. Antes de comprar um filhote, converse com as pessoas e tire suas dúvidas. Peça recomendação de criadores sérios, existem muitas pessoas que exploram e mal tratam suas matrizes, compre filhotes somente de pessoas que respeitam seus animais. Se possível, adote um animal, existem muitos bichinhos precisando de uma família. Cães e gatos adultos são ótimos companheiros, pense a respeito! Nunca compre animais silvestres, ajude a acabar com o tráfico de animais, denuncie! Linha verde 0800 618080. Independente da marca da ração ou de quantos brinquedos você comprou, o que eles querem mesmo é a sua companhia e a sua atenção, dedique-se ao seu bichinho e em troca receberá muito amor.

Você tem um pet em casa? Quer ter um? Me conta mais sobre isso!!

 

Leave a Reply

Instagram